domingo, 12 de junho de 2011

NAMORE-SE














Há dias que o Amor ocupa espaços
não importa se em apelos de outdoor
em fotos de flores irreais
ou em clips de beijos gravados em estúdio
esqueça que há convites da propaganda

Aproveite o dia
despertado por cafés da manhã de filme
alimentado por bombons
perfumado por pétalas de rosas vermelhas
encantado por dizeres gravados em cartões
enfeitado por fitas coloridas
mimado em caixas de presente
enfeitiçado por fantasias de motel
acariciado por beijos de inverno
aqueça um relacionamento
assuste-o se for o caso
surpreenda-o
mesmo que esse amor seja só um sonho

Namore-se
desperte-se
nutra-se
mime-se
perfume-se
encante-se
enfeite-se
acaricie-se
aqueça-se
presenteie-se
surpreenda-se
diante de sua imagem no espelho

Ame-se antes
(redundante?)
espante a poeira das emoções
limpe o bolor da alma
combata a ferrugem da auto-estima
esfregue ervas de frescor na alegria
abra janelinhas de luz na casa da mudança
caminhe de olhos abertos
espreite ao redor
arrisque-se

“O Amor está no ar”...
capture-o!

 
Imagem: Google

Twitter: https://twitter.com/#!/SilviaMello23


DEUS É FIEL

Um comentário:

  1. DECLAMANDO

    Eu era um cara normal
    Mas, no momento em que te vi,
    Descobri que a poesia não era um sonho,
    Uma fantasia, tampouco uma miragem.

    Ela sempre existiu em seu sorriso,
    Em sua simpatia,
    Nos seus abraços,
    No piscar dos seus olhos...
    Em cada batida do seu coração.

    Se me tornei assim, eu confesso: sou poeta,
    E quero morrer escrevendo,
    Lendo, declamando:
    Minha linda e eterna poesia.

    * (Agamenon Troyan)

    ResponderExcluir